Como Focus previu há dois meses, Élcio já trabalha duro para se credenciar como sucessor de RC

Terá o movimento do secretário de Camilo sincronia com RC e com o grupo político de Ciro e Cid Gomes, determinantes na escolha?


Élcio Batista e Roberto Cláudio: a amizade se transformará em namoro político? É cedo para responder, mas as peças estão em movimento. Foto: Tapis Rouge

Por Fábio Campos
fabiocampos@focus.jor.br

A disputa pela Prefeitura de Fortaleza, que já mobiliza o meio político, mesmo que silenciosamente, se transformou em um amontoado de incógnitas. Em parte, por causa do silêncio do prefeito Roberto Cláudio (PDT), que mantém o estilo esfinge e oferece apenas uma dica: o nome terá que encarnar a ideia de continuidade da gestão. Ou seja, RC aposta que a avaliação positiva detectada por pesquisas internas será o cabo eleitoral decisivo a favor do nome escolhido pelo PDT para a disputa.

No grupo mais próximo do cotidiano do prefeito, formado basicamente por seus auxiliares, não há ninguém com movimentos, digamos, mais vistosos visando se credenciar como candidato a candidato. No entanto, na área governista, há uma movimentação nos bastidores que, aparentemente, foge ao controle do prefeito. No caso, a desenvoltura do chefe da Casa Civil de Camilo Santana, o sociólogo Élcio Batista que tem ocupado diversos espaços, tanto na gestão quanto na área que, até tempos não muito distantes, era denominada de “sociedade civil organizada”.

Na verdade, nada que não tivesse sido antecipado pelo Focus. Em texto publicado há dois meses, Focus já perguntava: Élcio Batista: um novo nome na praça em 2020?

É de se supor que quem é tão próximo do governador jamais trabalharia com um objetivo de tal dimensão sem o devido ok. Mais: Élcio Batista desencadeou de forma decisiva sua carreira na politica sempre muito ligado a Eudoro Santana, o ex-deputado estadual de esquerda, pai do governador. Élcio trabalhou com Eudoro na primeira campanha que elegeu RC para a Prefeitura, em 2012. Os dois continuaram muito próximos desde então, e tenham certeza, os movimentos de hoje são sincronizados. Assim o é pelo menos no âmbito da área de influência do governador.

O que não se sabe ao certo é se o movimento do secretário de Camilo mantém alguma sincronia com RC e com o grupo político de Ciro e Cid Gomes, sempre absolutamente determinantes nas escolhas dos candidatos a cargos majoritários. No mais, trata-se de uma novidade instigante. Élcio é oriundo da Academia, jovem, tem capacidade de articulação, aprendeu a tornar menores as crises quando estas chegam ao seu gabinete e ganhou muita experiência administrativa nos últimos anos.

Leia Mais
+Tucano avalia que, na hora H, Cid se torna o candidato a sucessor de RC
+ Saiba o que RC tem em mente sobre a sua sucessão
+Perguntei a RC quem será seu candidato a sucessor e ele respondeu
+Entre o camilismo e a candidatura própria, MDB quer ressurgir em Fortaleza