Cerca de 44 ativos devem ser leiloados pelo Governo em 2020

A expectativa é que os projetos de concessão de portos, aeroportos, rodovias e ferrovias alcancem R$ 101 bilhões


O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil.

Equipe Focus
Focus@focus.jor.br

Cerca de 44 ativos deverão ser leiloados pelo Governo em 2020. A informação é do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que se pronunciou na última sexta-feira, 13, durante coletiva.

A autoridade pontuou que a expectativa é que os projetos de concessão de portos, aeroportos, rodovias e ferrovias alcancem R$ 101 bilhões em investimentos durante o período de duração dos contratos.

Estão entre os projetos a concessão à iniciativa privada de 22 aeroportos (divididos em três blocos), sete rodovias, nove terminais portuários, duas ferrovias e a renovação antecipada de quatro contratos de transporte ferroviário de cargas. Tarcísio ainda apresentou o balanço das ações da pasta em 2019.

Só neste ano foram foram vendidos 27 ativos, que devem resultar em R$ 9,4 bilhões em investimentos e R$ 5,9 bilhões em outorgas. “O ano foi interessante demais, um ano bom para a infraestrutura onde a gente conseguiu realizar aquilo que estava programado. Demos continuidade a algumas coisas que estavam andando e conseguimos estruturar outras”, ressaltou Tarcísio.

Com Agência Brasil