Ceará tem 17 escolas estaduais gerando energia solar

A estimativa de economia nas contas de energia elétrica, quando todas as 32 escolas do contrato estiverem com os sistemas em funcionamento, é de aproximadamente R$ 1 milhão por ano


Foto: Tiago Stille

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O estado do Ceará conta com 17 escolas da rede pública estadual com energia renovável produzida através do sol. O projeto da Secretaria da Infraestrutura do Ceará (Seinfra), em parceria com a Secretaria da Educação (Seduc), prevê a instalação de sistemas fotovoltaicos em 32 unidades de ensino de todo o estado. As outras 15 estão em fase final de montagem e teste dos equipamentos, com previsão de início de funcionamento ainda este ano.

“Implantar as placas solares nas escolas é uma iniciativa fundamental para disseminarmos essa mudança de cultura, estimulando a geração de energia baseada em fontes renováveis, visto o poder transformador e multiplicador que temos no ambiente escolar. Para além disso, trazer eficiência energética para os prédios públicos significa redução de custos com energia elétrica e aplicação do dinheiro economizado em outras prioridades”, afirma o secretário da Infraestrutura, Lucio Gomes.

A estimativa de economia nas contas de energia elétrica, quando todas as 32 escolas do contrato estiverem com os sistemas em funcionamento, é de aproximadamente R$ 1 milhão por ano. Os recursos investidos, no valor de R$ 8,8 milhões, são do Fundo de Incentivo à Eficiência Energética e Geração Distribuída do Ceará (FIEE), administrado pela Seinfra.

A implantação dos sistemas é resultado da atual política energética do Estado, que prioriza as fontes renováveis de energia, contribuindo com a sustentabilidade ambiental. Também atende uma das premissas do Governo do Ceará, de que todo prédio público contemple o uso de fonte renovável e energeticamente eficiente, proporcionando mais economia nas contas de energia, expandindo a capacidade de geração própria e contribuindo para a modernização das instalações elétricas dos órgãos e entidades da administração pública.

Mais investimentos
A Seinfra também tem realizado investimentos em implantação de módulos fotovoltaicos para geração de energia elétrica, de fonte solar, em diversos equipamentos públicos do Estado. Os investimentos em eficiência energética somam cerca de R$ 14 milhões.

Um dos projetos executados fica no Novo Aeroporto Regional de Sobral, onde foram instaladas 560 placas, que irão garantir a operação do terminal de passageiros, do prédio do sistema de combate a incêndio e de toda a demanda do aeroporto. Nas Estações JK e Padre Cícero, do metrô de Fortaleza, já estão instalados 882 módulos fotovoltaicos. Outras 655 placas serão implantadas no Centro de Manutenção do VLT Parangaba/Mucuripe, que está em obras, no bairro Vila União.