Ceará já contratou R$ 252 milhões do programa Agroamigo

Programa financia, com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), atividades geradoras de renda no campo ou em aglomerado urbano próximo


Fachada da agência de Russas. Foto: Banco do Nordeste (BNB)

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O Ceará contratou R$ 252,4 milhões do programa Agroamigo do Banco do Nordeste. O valor é contabilizado de janeiro a novembro deste ano. Ao todo, o montante foi distribuído em 50 mil operações.  Na região de atuação do banco (Nordeste e partes de Minas Gerais e Espírito Santo), a soma ultrapassa R$ 2 bilhões.

Os principais produtos oferecidos pelo programa são o Agroamigo Crescer, voltado para produtores rurais com renda bruta anual de até R$ 23 mil, dispondo de crédito de até R$ 5 mil e juros de 0,5% ao ano; e o Agroamigo Mais, que oferece crédito de até R$ 15 mil para agricultores com renda bruta anual entre R$ 23 mil e R$ 415 mil.

O Agroamigo financia, com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), atividades geradoras de renda no campo ou em aglomerado urbano próximo, quer sejam agrícolas, pecuárias, ou outras atividades não agropecuárias no meio rural, como turismo, agroindústria, pesca, serviços e artesanato.