Ceará criou mais de 7,5 mil vagas de trabalho em outubro

O número de empregados com carteira assinada atingiu o total de 1.216.106 no Estado


Segurados relatam atrasos na liberação do seguro-desemprego por causa de saque imediato do FGTS

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Segundo os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), o Ceará encerrou o mês de outubro com a criação de 7.576 postos de trabalho.

Os dados foram divulgados nesta terça-feira, 30. Os resultados são provenientes da relação entre o número de contratações com carteira assinada (43.332), que superou o de demissões (35.756).

“Sem dúvida, o número de 7.576 novos empregos criados no mês de outubro de 2021 revela uma dinâmica continuada no âmbito do Estado do Ceará no sentido de proporcionar a geração de novos empregos. Acreditamos que nos dois próximos meses, novembro e dezembro, o comportamento do emprego aqui no estado tenderá também a ser positivo. Isso se deve a fatores como a iniciativa do próprio mercado que vem apostando na dinâmica do Estado, combinada com as ações do setor público com o objetivo de estimular a geração de empregos”, afirmou o secretário executivo do Trabalho e Empreendedorismo da Secretaria do Desenvolvimento Econômico (Sedet), Kennedy Vasconcelos.

O número de empregados com carteira assinada atingiu o total de 1.216.106 no Estado.

Considerando os municípios cearenses, a geração de empregos continua sendo ainda muito concentrada na Capital, Fortaleza (3.900 empregos ou 51,9% do total), seguida de Juazeiro do Norte (767 ou 10,2%), Sobral (286 ou 3,8%).