Ceará apresenta déficit no número de defensores públicos

Os dados estão no relatório “Um panorama da Defensoria Pública no Estado do Ceará”, divulgado pela Associação das Defensoras e Defensores Públicos do Ceará (ADPEC)


Justiça. Foto: Tingey Injury Law Firm

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Com 467 cargos disponíveis para defensor público, atualmente a Defensoria Pública do Ceará (DPCE) possui 346 defensores atuando nas 15 macrorregiões do Estado, que abrangem os 184 municípios cearenses.

Mesmo assim, o Ceará apresenta um déficit quando comparado a ocupação de cargos no Ministério Público (409) e no Poder Judiciário (417). Sem atingir a capacidade total de profissionais em atuação, a DP possui hoje uma média de 14.630 potenciais assistidos por defensor.

Os dados estão no relatório “Um panorama da Defensoria Pública no Estado do Ceará”, divulgado pela Associação das Defensoras e Defensores Públicos do Ceará (ADPEC). O documento traz uma visão geral sobre a Defensoria Pública do Estado do Ceará, com a presença de informações a respeito das despesas, orçamentos, investimentos e propostas da Associação para trazer melhorias para a categoria.

Para a presidenta da ADPEC, Andréa Coelho, o relatório servirá como um norte para a aplicação do plano estratégico do Ente Classista. “Um dos nossos objetivos é viabilizar as demandas da categoria, fazendo um trabalho que nos ajude a crescer e evoluir. A partir desse relatório esperamos ter dados que mostrem a real situação da Defensoria Pública no Ceará, para que possamos buscar os melhores caminhos”, pontua.