CCJ do Senado aprova indicação de André Mendonça para o STF

Nome de Mendonça será submetido ao plenário da Casa


Foto: Anderson Riedel/PR.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira, 1º, por 18 votos a 9, a indicação do ex-advogado-geral da União André Mendonça para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

O nome de Mendonça será submetido ao plenário da Casa.

Pastor licenciado da Igreja Presbiteriana, Mendonça disse que não vai reforçar a ala punitivista da Corte, fez acenos aos parlamentares contra a Lava Jato, simpatizou com pautas progressistas, como casamento gay, e descartou agir para atender aos evangélicos.

Mendonça garantiu que irá defender o direito constitucional do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. “Eu defenderei o direito constitucional do casamento civil das pessoas do mesmo sexo”, pontuou.