Camilo em emocionado discurso exalta Cid: “ninguém nos separa. É meu irmão”

Veja o vídeo: A menção de Camilo a Cid sinaliza que o senador está mais perto do ex-governador do que do ex-prefeito Roberto Cláudio.


Observado por Elmano e Lula, Camilo no momento em que falava do “inseparável amigo” Cid Gomes

Por Fabio Campos
Fabiocampos@focus.jor.br

A fala de Camilo Santana durante o ato com Lula e Elmano foi marcada por muita emoção. O ex-governador verteu lágrimas e embargou a voz ao citar e exaltar familiares presentes, a sua aliada governadora Izolda Cela e, numa circustância com dimensão política, o senador Cid Gomes, do PDT.

A menção emocionada de Camilo dirigida a Cid sinaliza que os dois se mantêm muito próximos. Foi o então governador Cid que apadrinhou a trajetória política de Camilo como deputado, secretário e governador. Pelo visto, Cid apoia agora Camilo para o Senado.

Essa relação foi solidificada até mesmo antes, quando Cid era deputado estadual e manteve fortes laços com o colega de bancada Eudoro Santana. O pai de Camilo era de oposição e Cid um governista, mas os dois cultivaram uma amizade independentemente das questões políticas.

 

 

 

Fábio Campos

Jornalista graduado pela Universidade Federal do Ceará (UFC), foi repórter de política e articulista do O Povo, o mais tradicional veículo de jornalismo impresso do Ceará, onde editou a Coluna Política por 14 anos (1996-2010) e a Coluna Fábio Campos por sete anos (2010-2017). Também foi editorialista do mesmo veículo entre 2013 e 2017. Concomitantemente às funções no jornal, editou o Anuário do Ceará por 15 anos, modernizando o conteúdo e o projeto gráfico da prestigiada publicação. Apresentou o programa Jogo Político na TV O Povo por 12 anos, ancorou o programa Contraponto na TV Cidade (Record), foi comentarista de política na TV Jangadeiro (SBT) e na rádio O Povo/CBN. Em agosto de 2017 iniciou a startup Focus.jor.