Camilo afirma que não haverá Réveillon no Ceará

Sobre o Carnaval, o governador do Estado disse que se reunirá com o Comitê Estadual de Enfretamento à Pandemia do Coronavírus para estudar a decisão, mas adiantou que manterá seu posicionamento contra as festas carnavalescas


Foto: Divulgação.

Lorena Macedo
focus@focus.jor.br

O governador Camilo Santana declarou nesta sexta-feira, 26, o novo decreto Estadual.

A medida proíbe o acontecimento das festas de Réveillon em todo o Estado.

Segundo Camilo, a partir do dia 16 de dezembro, serão permitidos eventos com até 2.500 pessoas em ambientes fechados e 5 mil pessoas em ambientes abertos, respeitando as normas da Organização Mundial da Saúde (OMS) e apresentando o Passaporte de Vacinação.

Academia, cinema, restaurantes e demais espaços poderão usar sua capacidade máxima, mediante a apresentação do Passaporte de Vacinação na entrada do estabelecimento.

Sobre o Carnaval, o governador do Estado disse que se reunirá com o Comitê Estadual de Enfretamento à Pandemia do Coronavírus para estudar a decisão, mas adiantou que manterá seu posicionamento contra as festas carnavalescas.

O anuncio foi feito por meio de live e transmitido em suas redes sociais.