Brasil registra queda de 25% em assassinatos no primeiro bimestre; Ceará lidera ranking dos estados

Ceará lidera o ranking, com queda de 57,9% no índice de mortes nos primeiros meses deste ano. Em comparação com o ano passado, foram 844 pessoas mortas, contra 355 em 2019


Arma de fogo. Foto: Pixabay

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O Brasil reduziu o número de mortes violentas nos primeiros dois meses do ano (janeiro e fevereiro). É o que aponta o Índice Nacional de Homicídios/monitor da violência do G1, com base nos dados oficiais dos estados (exceto o Paraná) e do Distrito Federal. Em 2019, foram 6.856 mortes, número inferior aos 9.094 assassinatos registrados no ano passado.

O Ceará lidera o ranking, com queda de 57,9% no índice de mortes nos primeiros meses deste ano. Em comparação com o ano passado, foram 844 pessoas mortas, contra 355 em 2019.

Quando feita a comparação entre os meses de janeiro, a retração ainda é maior: 60,2%. Especialistas informam que os números precisam ser observados em maior prazo. Isso porque os conflitos entre facções no Estado protagonizaram homicídios, chacinas e invasões de território.

Leia Mais
+Camilo comemora redução de homicídios no Ceará e destaca “esforço” e “empenho” das forças de segurança
+Bolsonaro enfatiza queda de homicídios no País e ressalta pacote anticrime e flexibilização do uso de armas