Bolsonaro não discursa em sua primeira agenda oficial após perder eleições

Nas últimas semanas após o segundo turno das eleições, Bolsonaro ficou a maior parte do tempo no Palácio da Alvorada, onde recebeu aliados e ministros. Ele retornou ao Palácio do Planalto pela primeira vez em 20 dias na última quarta-feira (23). O presidente também diminuiu consideravelmente as publicações nas redes sociais


Foto: Letícia Serpa

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Derrotado na tentativa de reeleição para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o presidente Jair Bolsonaro (PL) fez hoje a primeira participação em uma agenda oficial após o resultado das urnas, em 30 de outubro. Após dias de reclusão no Palácio da Alvorada, ele participou de uma formatura militar em Resende, no Rio de Janeiro. Bolsonaro não discursou e saiu do evento sem falar com a imprensa.

A Cerimônia do Aspirantado 2022 foi promovida pela Academia Militar das Agulhas Negras (Aman). Bolsonaro estava acompanhando dos ministros da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira, do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, e da Secretaria-geral da Presidencia, Luiz Eduardo Ramos. A cerimônia militar ainda contou com a presença do vice-presidente Hamilton Mourão, de comandantes das Forças Armadas e ministros do Superior Tribunal Militar.

Nas últimas semanas após o segundo turno das eleições, Bolsonaro ficou a maior parte do tempo no Palácio da Alvorada, onde recebeu aliados e ministros. Ele retornou ao Palácio do Planalto pela primeira vez em 20 dias na última quarta-feira (23). O presidente também diminuiu consideravelmente as publicações nas redes sociais.

Agência Estado