Bolsonaro fala em reunião ministerial: “Eu quero todo mundo armado”

“É escancarar a questão do armamento aqui. Eu quero todo mundo armado. O povo armado jamais será escravizado", disparou o chefe do Executivo


Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil.

Equipe Focus.Jor
focus@focus.jor.br

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que aqueles que não seguirem suas bandeiras, terão de deixar o Governo. O chefe do Executivo também criticou a questã do desarmamento.

“É escancarar a questão do armamento aqui. Eu quero todo mundo armado. O povo armado jamais será escravizado.”

Dentre as bandeiras defendidas por Bolsonaro e ditadas na reunião estão “família”, “Deus”, “armamento” e “livre mercado”.