Bolsonaro empossa Nelson Teich, o novo ministro da Saúde

A cerimônia foi no Palácio do Planalto e contou com a presença do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, demitido ontem, 16, do cargo de ministro da Saúde


O ministro da Saúde, Nelson Teich e o presidente da Repùblica, Jair Bolsonaro, durante solenidade de posse no Palácio do Planalto. Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Bolsonaro deu posse ao novo ministro da Saúde, Nelson Teich, nesta sexta-feira, 17. O presidente pediu que ele busque uma alternativa para poupar vidas e ao mesmo tempo evitar o aumento do desemprego da população, em meio às medidas de restrição do comércio em todo o país por causa da pandemia do novo coronavírus.

A cerimônia foi no Palácio do Planalto e contou com a presença do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, demitido ontem, 16, do cargo de ministro da Saúde. “Não queremos vencer a pandemia e chamar o doutor Paulo Guedes [ministro da Economia] para solucionar as consequências de um povo sem salário, sem dinheiro e quase sem perspectivas em função de uma economia que está sofrendo muito reveses”, disse Bolsonaro.

O presidente lembrou que ele e Mandetta vinham divergindo sobre os caminhos para o combate à pandemia. Enquanto o ex-ministro se alinhava às orientações da OMS pela adoção de um isolamento social mais forte, Bolsonaro defendia a abertura do comércio como forma de evitar impactos na economia e o desemprego na população.