Bolsonaro e ministro terão de usar celulares criptografados da Abin

A depender da Abin, nada de redes sociais ou aplicativos de mensagens. Isso porque os aparelhos não permitem a instalação das plataformas


Foto: Pixabay

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Após o ataque cibernético que resultou na invasão do celular do ministro Sérgio Moro e integrantes da operação Lava Jato, o Governo resolveu agir.

Agora, os ministros e o próprio presidente Jair Bolsonaro terão de usar celulares criptografados fornecidos pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin). No ar, fica o receio de que os membros do Governo ficassem expostos a ataques, especialmente Bolsonaro, que muito usa o WhatsApp para se comunicar com ministros.

A depender da Abin, nada de redes sociais ou aplicativos de mensagens. Isso porque os aparelhos não permitem a instalação das plataformas.