Bolsonaro diz que “não existe uma cor de pele melhor do que as outras”

Bolsonaro havia afirmou anteriormente que é daltônico por não distinguir cores de pessoas


Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Bolsonaro disse que enxerga todos com a mesma cor, sem que haja “uma cor de pele melhor do que as outras”. A declaração foi feita aos líderes do G20 no sábado, 21. O chefe do Executivo havia publicado no Twitter na sexta-feira, 20, com a a mesma ideia. Bolsonaro afirmou em sua publicação que é daltônico por não distinguir cores de pessoas.

“Como homem e como Presidente, enxergo todos com as mesmas cores: verde e amarelo”, disse. No discurso feito ao grupo que reúne as maiores economias do mundo, Bolsonaro tratou de racismo, vacina contra COVID-19, tratamento precoce, reforma da OMC (Organização Mundial do Comércio) e combate à pandemia.

Bolsonaro disse que faria “uma rápida defesa do caráter nacional brasileiro em face das tentativas de importar para o nosso território tensões alheias à nossa história”. Ele se referia indiretamente ao caso da morte de João Alberto Freitas, 40 anos, conhecido por Beto pelos amigos, que foi espancado na noite de quinta-feira, 19, véspera do Dia da Consciência Negra.