Bolsonaro demite presidente da Petrobras e anuncia general para o cargo

A mudança acontece um dia após o presidente tecer críticas ao comando da estatal


General Joaquim Silva e Luna. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp/Divulgação.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou, nesta sexta-feira, 19, a troca no comando da Petrobras. Sai Roberto Castello Branco, entra o general Joaquim Silva e Luna.

“O governo decidiu indicar o senhor Joaquim Silva e Luna para cumprir uma nova missão, como conselheiro de administração e presidente da Petrobras, após o encerramento do ciclo, superior a dois anos, do atual presidente, senhor Roberto Castello Branco”, disse o presidente, em suas redes sociais.

A mudança acontece um dia após o presidente tecer críticas ao comando da estatal. “Alguma coisa vai acontecer na Petrobras nos próximos dias. Você tem que mudar alguma coisa. Vai acontecer”, falou o presidente, comentando o aumento dos preços de combustíveis.

Joaquim Silva e Luna já foi ministro da Defesa, durante o Governo Michel Temer, tendo sido o primeiro militar a ocupar o cargo. Desde janeiro, o general era diretor-geral da Itaipu Binacional, hidrelétrica que pertence ao Brasil e ao Paraguai e responde por 15% da energia consumida pelos brasileiros.