Bolsonarista preso confirma que cearense foragido acompanhou a instalação da bomba em caminhão em Brasília

Em seu depoimento, o golpista garantiu ter recebido a bomba no acampamento em frente ao Quartel-General do Exército


Foto: Reprodução

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O cearense Wellington Macedo de Souza acompanhou a instalação da bomba em um caminhão-tanque nos arredores do Aeroporto de Brasília, no final de 2022.

A informação foi dada pelo bolsonarista Alan Diego dos Santos Rodrigues, preso pelo mesmo ato. Ele confessou o crime detalhadamente à Polícia Civil do Distrito Federal.

Em seu depoimento, Alan garantiu ter recebido a bomba no acampamento em frente ao Quartel-General do Exército. George Washington, preso em flagrante no dia 24 de dezembro, foi o responsável por conseguir o objeto para que Alan conseguisse instalar.