Blog do Resenhador

por Leopoldo Cavalcante
Veja todos os artigos do autor

A arte em Alberto Manguel

"Lendo Imagens", de Alberto Manguel, é um trabalho de reconstrução didática de símbolos esquecidos.


A cada dia que passa, me admiro mais com a minha ignorância. Ter apreendido a consciência do quão pouco meus olhos captam do mundo é uma experiência recorrente a cada grande obra que eu tenho a oportunidade de ler. Nunca se esqueçam de que a leitura é um privilégio concedido a poucos. Mais privilegiados são ainda os que conseguem ler imagens. A habilidade de dissecar um quadro, um desenho, uma escultura, um projeto arquitetônico ou uma foto e pôr em palavras acessíveis essas impressões é uma forma ainda mais avançada de leitura.


Ao ler a arte, Manguel retoma temas essenciais da obra ocidental. Para tal, ele elucida a gramática esquecida dos artistas do séc. XV; a busca pelo vazio da linguagem no séc. XX; o choque entre a vileza do artista e o sacro de sua obra em Aleijadinho; o teatral antibarroco em Caravaggio; a violência misógina de Picasso; as metáforas de uma escultura representando o inefável; a história simbólica do pé para entender a luta camponesa expressa em uma foto de 1932 etc.


Lendo Imagens é um dos livros essenciais para começar uma aventura no mundo das artes plásticas. A linguagem é simples, as reflexões são envolventes e as citações deixam claro a bagagem cultural do Manguel, esse cara que lia para Borges.

Tentem ler imagens e nunca se esqueçam da própria ignorância.

PS: Paradoxalmente, quanto menos eu escrevo sobre um livro, mais importante ele é para mim.

Ficha técnica:
Livro: Lendo Imagens
Autor: Alberto Manguel
Editora: Companhia das Letras
Ano de lançamento: Edição brasileira de 2001
Link para a editora.