BID aprova empréstimo de US$ 35 milhões para modernização do Judiciário do Ceará

É a primeira vez que um órgão do Judiciário recebe dinheiro internacional. Com avala do Governo do Ceará, os recursos vão ser usados para “governança e gestão judiciária” e “transformação digital".


Um inédito pedido de empréstimo para o Tribunal de Justiça via Governo do Ceará recebeu elogios da direção do BID durante a reunião que o aprovou. O representante do Banco Interamericano de Desenvolvimento no Brasil, Mariano Lafuente, disse o Programa de Modernização do Judiciário do Ceará, Promojud, recebeu comentários positivos dos representantes de diversos países, como USA, Canada, Japão, Argentina, Venezuela, Paraguai, Itália, França, Colombia, Mexico e outros. “Todos gostaram muito da inovação, da equidade de gênero e de priorizar a melhora da gestão na Justiça”, disse.

São 35 milhões de dólares para a implantar o Programa que será dividido em duas frentes: “governança e gestão judiciária” e “transformação”, sendo esta última o destino de 80% do aporte, com foco na inteligência artificial para melhorar a prestação de serviço aos usuários da Justiça.

O TJCE é o primeiro Tribunal do país a fazer um acordo do tipo e receber financiamento internacional para modernização. Em janeiro passado, o governador Camilo Santana e o então presidente do Tribunal de Justiça, Washington Araújo, assinaram o documento de cooperação técnica que possibilitou o empréstimo.

Fábio Campos

Jornalista graduado pela Universidade Federal do Ceará (UFC), foi repórter de política e articulista do O Povo, o mais tradicional veículo de jornalismo impresso do Ceará, onde editou a Coluna Política por 14 anos (1996-2010) e a Coluna Fábio Campos por sete anos (2010-2017). Também foi editorialista do mesmo veículo entre 2013 e 2017. Concomitantemente às funções no jornal, editou o Anuário do Ceará por 15 anos, modernizando o conteúdo e o projeto gráfico da prestigiada publicação. Apresentou o programa Jogo Político na TV O Povo por 12 anos, ancorou o programa Contraponto na TV Cidade (Record), foi comentarista de política na TV Jangadeiro (SBT) e na rádio O Povo/CBN. Em agosto de 2017 iniciou a startup Focus.jor.