Banco do Nordeste premia micro e pequenas empresas cearenses

Todo ano, o Banco do Nordeste premia quatro empresas em cada estado da sua área de atuação: todo o Nordeste e norte de Minas Gerais e do Espírito Santo


Prêmio Banco do Nordeste das Micro e Pequenas Empresas. Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A sétima edição do Prêmio Banco do Nordeste das Micro e Pequenas Empresas homenageia na próxima segunda-feira, 29, às 10h, quatro empresas cearenses que se destacaram pela parceria com a instituição financeira.

A premiação será entregue aos vencedores em solenidade no auditório Celso Furtado, no Centro Administrativo Presidente Getúlio Vargas (CAPGV), em Fortaleza.

Divididos em quatro categorias: Comércio, Serviços, Indústria e Inovação, os clientes são selecionados por uma comissão julgadora formada por instituições parceiras a partir de critérios como geração de empregos, ações inovadoras, boa governança, respeito ao meio ambiente e crescimento e desenvolvimento após a parceria com o BNB.

É o caso da Bitwave Telecomunicações, empresa situada no município de Aracati, litoral leste do Estado, cliente da unidade do BNB no município e vencedora na categoria Serviços do Prêmio Banco do Nordeste.

O empresário Joab Gomes iniciou seu negócio ofertando serviços de suporte técnico às empresas de Limoeiro do Norte, mas logo enxergou a oportunidade de transformar sua empresa em um provedor de internet, em Aracati.

Joab conta que a ajuda do Banco foi imprescindível para migrar sua internet via rádio para a fibra óptica. Em 2020, o empresário implantou uma usina de geração de energia fotovoltaica.

Além da Bitwave, serão premiadas as empresas: Animale Pet Shop, na categoria Comércio, cliente da agência Aquiraz; a Paulo Roger Vieira de Araújo, na categoria Indústria, atendida por Granja; e a empresa Speciale Pães Artesanais, vencedora na categoria Inovação, Produtividade e Competitividade, cliente da agência Fortaleza Aldeota.

Investimentos

Este ano, até novembro, o Banco do Nordeste aplicou R$ 3,2 bilhões no segmento de micro e pequenas empresas. No Ceará, a instituição já soma R$ 506,4 milhões em apoio às MPEs com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste – FNE.