Banco do Brasil fixa limite de funcionários em 105 mil cargos

A medida vale também para empregados da BB Administradora de Cartões de Crédito S.A e demais empresas da estatal


Resultado de imagem para governança banco brasil
Imagem: Divulgação.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O Secretário de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (SEST) fixou o limite máximo do quadro de pessoal próprio do Banco do Brasil S.A. – BB em 105.774 empregados.  No caso, entram nessa conta também os empregados disponibilizados para as subsidiárias BB Administradora de Cartões de Crédito S.A. – BB Cartões; BB Administradora de Consórcios S.A. – BB Consórcios; BB Elo Cartões Participações S.A – BB Elo Cartões; BB Banco de Investimento S.A. – BB BI; BB Leasing S.A – Arrendamento Mercantil – BB Leasing S.A e Besc Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S. A. – Bescval. A decisão foi publicada hoje no Diário Oficial da União, através da Portaria 8.813/2019.

De acordo com o documento, não fazem parte desse número empregados com contrato de trabalho suspenso por motivo de aposentadoria por invalidez, os empregados efetivos, admitidos por intermédio de concursos públicos, os empregados que possuem cargos, empregos ou funções comissionadas, os empregados e servidores cedidos e requisitados, os empregados anistiados com base na Lei nº 8.878, de 11.5.1994, os empregados reintegrados, os empregados contratados por prazo determinado e os que estão licenciados por doença, acidente de trabalho ou quaisquer outros motivos de licenças e afastamentos.

Ao fim, a portaria determina que cada gestor deverá administrar o seu próprio quadro de pessoal para fins de repor empregados desligados ou que vierem a se desligar do quadro funcional, desde que seja obedecido o limite imposto acima.