Atitude do PL é “”tentativa desesperada” de Bolsonaro”, diz PDT

Alexandre de Moraes respondeu dando 24 horas para que o partido de Bolsonaro informasse sobre potenciais falhas das urnas também no primeiro turno das eleições


Fotos: Marcos Corrêa/PR

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O PDT enviou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um pedido para ser admitida na ação da coligação presidencial, na condição de assistente, e contestá-la dentro do processo.

O documento diz que a ação do PL de Jair Bolsonaro contestando as urnas eletrônicas é “atitude antidemocrática” e “tentativa desesperada” de “ultrajar a verdade eleitoral vocalizada através das urnas”, informa O Globo.

Alexandre de Moraes respondeu dando 24 horas para que o partido de Bolsonaro informasse sobre potenciais falhas das urnas também no primeiro turno das eleições.