Após Sobral liberar transporte intermunicipal, Guanabara adota medidas de biossegurança

As medidas englobam aferição da temperatura dos passageiros antes do embarque, disponibilização de álcool em gel, sanitização rigorosa dos veículos, comunicado aos passageiros sobre a exigência do uso da máscara, entre outras


Arco do Triunfo de Sobral. Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

Após a liberação do retorno do transporte rodoviário intermunicipal e interestadual, a Guanabara adotou uma série de medidas para preservar a saúde e a segurança de colaboradores e clientes que utilizam as rotas até o município.

Segundo a empresa, todos os protocolos e orientações das autoridades de saúde estão sendo cumpridas.

As medidas englobam aferição da temperatura dos passageiros antes do embarque, disponibilização de álcool em gel, sanitização rigorosa dos veículos, renovação do sistema de ar condicionado por minuto, comunicado aos passageiros sobre a exigência do uso da máscara, utilização de equipamentos de proteção individual pelos colaboradores, venda de passagens por aplicativo ou site, exigência aos restaurantes onde os ônibus fazem paradas de elaboração e cumprimento de um plano de contingência com ações em conformidade com as determinações da vigilância sanitária, frequência reduzida de viagens, entre outras.

“Todas essas medidas já estão sendo tomadas desde o fim de abril quando Guanabara reiniciou as operações do serviço interestadual e desde então não há registro de contaminação nos ônibus. Com o retorno das operações do transporte intermunicipal, as pessoas não precisarão se arriscar em opções de transporte não regulamentadas, como vans, serviços de caronas, entre outros”, destacou a empresa.

Segundo dados do IntegraSUS de hoje (4), Sobral tem 10.038 casos confirmados de COVID-19 e 287 óbitos. Já foram realizados 19.753 exames. O total de recuperados chega a 9.217.