Após desativar radares em rodovias federais, Bolsonaro reforça intenção de “botar um fim de forma drástica” na indústria da multa

Bolsonaro também informou que o número de acidentes nas estradas federais caiu 11% e o de mortes teve redução em 28%. 


Radar em rodovia federal. Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar os radares instalados em rodovias federais no País. Bolsonaro reforçou, durante transmissão no Facebook na noite de ontem, 25, que os contratos para a implantação e manutenção dos equipamentos não serão renovados.

“A decisão é que os contratos em rodovias federais não vamos renovar e vamos botar um fim de forma drástica na indústria da multa”, apontou.

Bolsonaro também informou que o número de acidentes nas estradas federais caiu 11% e o de mortes teve redução em 28%.