Andrei Aguiar deixa presidência da Escola Superior de Advocacia do Ceará

De acordo com o advogado, em 2019 foram inscritos 11.636 alunos e 200 cursos realizados


Andrei Aguiar na abertura do Encontro ESA de Direito Público. Foto: Divulgação Esa

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O advogado e sócio do escritório Aguiar Advogados, Andrei Aguiar, comunicou nesta quinta-feira, 4, que deixou a presidência da Escola Superior de Advocacia do Ceará (ESA-CE).

“Amigos, embora lamente a violação praticada ao art. 70, do RIOAB, que assegura aos diretores da ESA-CE um mandato coincidente com o Conselho Seccional, cujos motivos me permito não discorrer neste momento, até para não polemizar, informo que hoje deixo a Presidência da Escola Superior de Advocacia do Ceará, instituição trintenária, fundada pelo professor Raimundo Bezerra Falcão”, destacou o jurista em nota. Segundo ele, no ano de 2019 foram inscritos 11.636 alunos e 200 cursos realizados. No Interior do Ceará, a ESA contabilizou 5.058 alunos.

Andrei também falou das dificuldades em 2020 e apresentou outros resultados.”Em período extremamente dificultoso, em razão do acometimento da sociedade pela pandemia da COVID-19, apresentamos 20 cursos 100% gratuitos para a classe, além de diversos webinares e lives, com renomados nomes do cenário jurídico nacional, tendo alcançado, em pouco mais de 60 dias de isolamento social decretado, mais de 8.000 alunos”, pontuou Andrei.

“Agradeço penhoradamente a todos os diretores, presidentes de ESAs nas subseccionais, ex-dirigentes da ESA, membros dos Núcleos de Estudos, professores e, sobretudo, colaboradores desta casa que muito me ensinou neste período”, finaliza.