André Fernandes fala em “perseguição” do PSL Ceará, critica Heitor Freire e queima notificação

"PSL está me perseguindo e ameaçando de expulsão após eu expor publicamente o deputado que gravou e vazou conversa com o presidente da República. Não irão me calar!", disse o parlamentar


Foto: Reprodução Twitter

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O deputado estadual André Fernandes declarou que está sendo perseguido pelo PSL Ceará após afirmar que o presidente da legenda no Estado, Heitor Freire, vazou áudio do presidente Jair Bolsonaro à imprensa. O parlamentar foi notificado pelo Conselho de Ética do partido.

“PSL está me perseguindo e ameaçando de expulsão após eu expor publicamente o deputado que gravou e vazou conversa com o presidente da República. Não irão me calar! Meu partido é o Brasil e sigo firme que com meu presidente Jair Messias Bolsonaro”, declarou André Fernandes.

Leia Mais
+Dizendo que implodirá o presidente, líder do PSL chama Jair Bolsonaro de “vagabundo” e “porra”
+Heitor Freire nega vazamento de conversas com o presidente Jair Bolsonaro
+Bolsonaro afirma que vazamento de áudio é “desonestidade”