Americanas confirma decisão do TJRJ que faz BTG restituir R$ 1,2 bilhão

Com a decisão, o dinheiro bloqueado que vier a ser "arrestado ou sequestrado" voltará a ser de propriedade da Companhia, mas deverá ser mantido em deposito judicial


Americanas. Foto: Divulgação

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A Americanas confirmou nesta quarta-feira, 25, em fato relevante que o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro suspendeu o bloqueio do valor de cerca de R$ 1,2 bilhão em conta do Banco BTG.

O valor deve, assim, ser liberado à Companhia e ser utilizado somente para a atividade fim da Companhia, sob direta gestão do Administrador Judicial até o julgamento do mérito do Mandado de Segurança impetrado pelo Banco BTG. A informação foi adiantada pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

“Adicionalmente, na data de ontem, o Juízo da 4ª Vara Empresarial da Comarca da Capital do Rio de Janeiro deferiu o arresto/sequestro dos valores reclamados pela Companhia e que tinham sido bloqueados pelos Bancos Safra e Votorantim”, diz a empresa.

Com a decisão, o dinheiro bloqueado que vier a ser “arrestado ou sequestrado” voltará a ser de propriedade da Companhia, mas deverá ser mantido em deposito judicial.

Agência Estado