Afastamento liminar da Presidente da Câmara de Caucaia pode determinar eleição da Mesa Diretora

De acordo com a decisão, Ana Natécia, se não houver decisão em contrário, ficará sem poder exercer o mandato por 180 dias, o que lhe impossibilita de concorrer a um novo mandato à frente da Mesa Diretora.


Edvaldo Araújo
edvaldo@focus.jor.br

A decisão liminar da juíza Maria Valdileny Sombra Franklin, da 1ª Vara Cível de Caucaia, de afastar do cargo de vereadora e de Presidente da Câmara de Vereadores do município de Caucaia, a vereadora Ana Natécia Campos, deve ser decisivo para eleição da próxima Diretora da Casa.

De acordo com a decisão, Ana Natécia, se não houver decisão em contrário, ficará sem poder exercer o mandato por 180 dias, o que lhe impossibilita de concorrer a um novo mandato à frente da Mesa Diretora. A eleição da nova Mesa Diretora, por força de uma reformulação da Lei Orgânica do Município, acontece no próximo dia 26.

Mantendo uma linha de independência com relação à Executivo, Ana Natécia é a candidata favorita à presidência. No cargo de presidente desde 2018, Ana Natécia tem tido enfrentamentos com a Prefeitura e já movimenta uma disputa judicial com a administração do prefeito Naumi Amorim sobre o cálculo dos valores do repasse do duodécimo para Câmara Municipal.

 

Leia mais:
+Juíza afasta presidente da Câmara de Caucaia por empossar suplente não diplomado