Aeris Energy inaugura segunda fábrica no estado do Ceará

A segunda unidade ocupa a estrutura onde antes ficava a fábrica da Wobben e vai gerar sozinha cerca de 700 empregos diretos e indiretos até dezembro de 2020


Foto: Divulgação.

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

A indústria de pás eólicas, localizada no Complexo do Pecém, comemorou 10 anos em agosto e gera atualmente cerca de cinco mil empregos diretos. As instalações da fábrica Aeris Pecém II começam a funcionar no dia 9 de setembro.

A segunda unidade ocupa a estrutura onde antes ficava a fábrica da Wobben e vai gerar sozinha cerca de 700 empregos diretos e indiretos até dezembro de 2020.

A 15 quilômetros do Porto do Pecém, a fábrica está em uma localização estratégica para o recebimento de matéria prima e exportação das pás.

Organizações internacionais têm reforçado o discurso, especialmente no pós-pandemia de COVID-19, de que é extremamente necessário garantir energia renovável e eficiência energética para a população mundial.

A ONU estima ainda que os investimentos em energia renovável geram três vezes mais empregos do que investimentos em combustíveis fósseis e que isso pode resultar em nove milhões de postos de trabalho, todos os anos, nos próximos três anos.