Advogados da E-nova OAB defendem unificação com a Reage OAB

Em nota, eles afirmam que as divergências não são maiores que o desejo de uma "OAB independente"


Edvaldo Araújo

Em resposta a nota lançada neste sábado, 24, contra a retirada da chapa E-nova OAB, um grupo de advogados enviou a Focus.Jor uma nota em que defendem a unificação com a chapa Reage OAB.

“Além de muitas propostas em comum, as divergências que nos separam do movimento Reage OAB, não são maiores que os ideais que defendemos de uma OAB independente, sem a interferência do Estado e atuante na defesa intransigente das nossas prerrogativas, do apoio aos advogados em início de carreira e aos advogados do interior.”

 

 

Veja a íntegra da Nota:

CARTA ABERTA À ADVOCACIA CEARENSE

Os advogados abaixo assinados repudiam nota difamatória de cunho sensacionalista, eleitoreiro, e covarde, assinada por alguns áulicos ocultos por trás sob um suposto “movimento” apócrifo, provavelmente patrocinado pela chapa oficial.
Na ausência de propostas e desesperada pela união da chapa E-nova OAB com a chapa Reage OAB, formando uma ampla frente de oposição contra a chapa amarela, encabeçada pelo atual presidente da CAACE, autor de desmandos como o famoso “puxadinho’ que supostamente teria causado enorme prejuízo aos advogados cearenses, que hoje pagam uma das mais caras anuidades do Brasil e pelo Presidente mais impopular da história da OAB, que ao verem seus sonhos de continuísmo ruírem por terra, com a força avassaladora da união da advocacia, tentam de todas as formas barrar os ventos da mudança que se aproxima no dia 28 de novembro. Neste dia, os advogados e advogadas do Ceará de forma livre e soberana, vão dizer não à irresponsabilidade, apatia, incompetência, vaidade e oportunismo que tanto têm penalizado a nossa Ordem.
Alianças e fusões fazem parte do processo democrático, principalmente quando têm o objetivo de evitar um mal que ameaça tornar a OAB-CE um feudo de privilégios, e alianças espúrias com o poder público. Além de muitas propostas em comum, as divergências que nos separam do movimento Reage OAB, não são maiores que os ideais que defendemos de uma OAB independente, sem a interferência do Estado e atuante na defesa intransigente das nossas prerrogativas, do apoio aos advogados em início de carreira e aos advogados do interior.
Acusar Edson Santana de forma leviana, tentando impingir à classe advocatícia, que ele teria, de forma individualista, deliberadamente rasgado nossas bandeiras de luta buscando o poder pelo poder, é tentar enxovalhar a honra de homens e mulheres de bem como o Professor Júlio Ponte, Renan Viana, Cândido Albuquerque, Gustavo Brígido, Professor Zainito Holanda, Professor Paulo Bonavides, Dr. Roberto Martins Rodrigues, Abdias Oliveira, Valdemiro Soares, Professor Maurício Benevides, Haroldo Benevides, Professor Lucas Martins, Larissa Alencar, Ana Paula Brito, Ana Rita Braúna, Ricardo Valente, Arcelino Calado, Venancio Freitas e tantos outros que subscrevem esta carta, que numa decisão plural, corajosa e lúcida, sem vaidades pessoais e outros interesses, optaram pela aliança com Roberta Vasques para promover a mudança na OAB.
Agradecemos sobremaneira aos integrantes do nosso grupo e igualmente aos que, no grupo da Roberta, abriram mão de comporem a chapa para viabilizar a criação de uma chapa de oposição forte, unida e capaz de representar de forma digna, renovada e eficaz os anseios da advocacia cearense.
Conclamamos a todos os advogados cearenses a se juntarem a nós nesta verdadeira cruzada de resgate da nossa instituição. Dia 28, votem 10.

Edson Santana – Renan Viana – Cândido Albuquerque – Julio da Ponte – Venâncio Freitas – Ana Paula Brito – Francisco Colares Filho – Fredy Albuquerque – Haroldo Gutemberg Benevides – Hozanan Linhares Gomes – Isabel Oliveira – José Alcântara Matos Filho – Abdias Junio Oliveira – Larissa de Alencar – Isabella Memória – Gustavo Brígido – Luiz Valdemiro Costa – Priscila Chaves Ferrer – Rafael de Alcântara – Ricardo Valente – Alexandre Saldanha – Antonio Carlos Rebouças – Arthur Feitosa Arrais – Frederico Afrânio Marques – José Alcy Pinheiro Neto – Julia Pereira Henrique – Renato Barroso – Antonio Rebouças de Albuquerque – Arcelino Calado – Ana Lygia Peixe – Maurício Benevides Magalhães – Ana Rita Braúna – Francisco Dias de Paiva Filho – Pedro Jackson Colares – Lino Correia Máximo – Luiz Henrique Nogueira – Túlio Magno – Maria Karla Nogueira – Camila Correia de Alencar – Elaine Bezerra – Gisélia Dantas – Ravi Ramier – Agapito Sátiro – Mariana Coelho – Igor de Almeida Gondim – Bruno de Almeida Gondim