“A inovação é um dos motores do desenvolvimento”, declara José Múcio


José Múcio Monteiro, durante Encontro ESA de Direito Público

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O Tribunal de Contas da União é pioneiro no uso de imagens de satélites no controle dos gastos públicos. A informação é de José Múcio Monteiro, Presidente do TCU, que apresentou no Encontro ESA de Direito Público algumas das iniciativas e investimentos do Tribunal em Tecnologia da Informação.

Entre eles, o chamado “geocontrole”, desenvolvido em parceria com as Universidades de Brasília e de Minas Gerais, que tem permitido o acompanhamento da execução de políticas públicas e de obras, obtendo dados para verificar a necessidade ou não de auditoria.

Múcio revelou que está em teste o Conecta-TCU, projeto-piloto que concentra o históricos dos processos, acórdãos e determinações em uma base única de dados, colocando todas as informações à disposição dos gestores de uma forma fácil.

O presidente do Tribunal de Contas da União falou de resultados. “O TCU entrega aos cidadãos R$ 12,38 para cada R$ 1,00 investido em seu funcionamento. Estamos deixando de nos preocupar apenas em punir os culpados para colaborar com os gestores. Ou mudamos ou não vamos mudar”, afirmou.

Segundo José Múcio, as principais causas para as paralisações são “a deficiência dos projetos, a insuficiência de recursos e a incapacidade institucional dos estados e municípios. A inovação é um dos motores do desenvolvimento”, concluiu.