Guedes afirma que “novo normal” do Brasil são juros baixos e dólar alto

"Essa combinação maldita de juros altos e câmbio baixo foi revertida. O Brasil, em vez de ser um país que tem um fiscal frouxo e apertado só no freio monetário, agora controla os gastos do Governo, porque gasta muito e gasta mal", disse o ministro


Paulo Guedes e Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes. Foto EBC

Equipe Focus
focus@focus.jor.br

O ministro da Economia, Paulo Guedes, aposta que a nova tendência do mercado são os juros baixos e o dólar alto. Segundo ele, trata-se do “novo normal”.

“Essa combinação maldita de juros altos e câmbio baixo foi revertida. O Brasil, em vez de ser um país que tem um fiscal frouxo e apertado só no freio monetário, agora controla os gastos do Governo, porque gasta muito e gasta mal. Nós queremos que o dinheiro fique no bolso do povo”, disse o ministro em entrevista ao programa Poder em Foco, do SBT – em parceria com o site Poder360.

Guedes também ressaltou que o Brasil peca por conta dos encargos trabalhistas. Na visão do superministro de Bolsonaro, eles são considerados “armas de destruição em massa” de postos de trabalho.

Com relação ao crescimento econômico, ele aposta que a economia brasileira, com as reformas do Pacto Federativo, a PEC dos Fundos e a chamada “PEC emergencial”, o País cresceria 4% já em 2022.