Presidente da OAB-RJ acusado de confeccionar brindes para advogados do Pará

Felipe Santa Cruz apresenta-se como um dos candidatos a presidência do Conselho Federal da OAB, cuja eleição será em janeiro de 2019.


O Presidente da OAB-RJ, Felipe Santa Cruz, autorizou a confecção de 17 mil agendas destinadas aos advogados do Pará, no valor de R$ 120 mil, com verbas da entidade carioca. O caso foi denunciado pelo presidente do Sindicato dos Advogados do Estado do Rio de Janeiro, Álvaro Quintão, que acusou Santa Cruz de usar o dinheiro da OAB carioca para patrocinar campanha eleitoral para OAB nacional. Santa Cruz se apresenta como um dos candidatos a presidência do Conselho Federal da OAB, que será eleita em janeiro de 2019.

As seccionais do RJ e do PA informaram em nota, assinada por Santa Cruz e por Alberto Campos, presidente da seccional do Pará, que não há qualquer irregularidade na ação, “que ocorreu dentro do sistema integrado de parcerias da OAB, visando reduzir custos junto a fornecedores e ampliar ações da entidade”.

Conselheiros estaduais do Pará e do Rio de Janeiro devem entrar com pedido de investigação do caso.